A mais bonita lágrima é a da saudade, pois ela nasce dos risos que já se foram, dos sonhos que não se acabam e das lembranças que jamais se apagam.